Construção

Fruto de uma cada vez maior consciencialização sobre a eficiência energética dos edifícios de modo a reduzir as emissões de CO2 responsáveis pelo aquecimento global nasceu o conceito de Arquitetura Bioclimática.

No projeto do Colégio Penas Real esta preocupação ecológica esteve presente desde a conceção do edifício que alberga as suas instalações.

Na construção do edifício a escolha de materiais naturais foi igualmente uma prioridade.

A estrutura é de madeira micro-lamelada proveniente de florestas sustentáveis, que não só garante uma resistência anti-sísmica como aumenta a segurança contra incêndio - igual solução construtiva foi adotada no Pavilhão Atlântico, todo ele executado em madeira lamelada.

Todo o edifício é isolado termicamente pelo exterior e todas as janelas são de vidros duplos com baixo fator emissivo solar, permitindo a passagem da luz natural mas refletindo o seu excesso e evitando o sobreaquecimento da sala.

Para uma mais eficiente gestão da água e maior segurança e conforto das crianças todas as torneiras são alimentadas com água tépida.

O edifício é rodeado de verde, com áreas de lazer específicas para cada valência e equipamento adequado, incentivando-se a prática de atividades ao ar livre.