O contador pedagógico - À descoberta do foral

Conhecer, entender, respeitar e preservar as raízes e a origem de um povo, comunidade ou uma região é sobretudo garantir a esse povo a condição de existir e proteger a sua identidade, valorizando e cultivando a sua história local.

O entendimento e o conhecimento da história local tem o poder de proporcionar aos alunos reconhecerem-se como agentes participativos da sua História local e nacional e consequentemente gerar o interesse e a valorização da mesma, facilitando a aprendizagem.

Desta forma, no âmbito das comemorações dos 500 anos do foral de Alcochete e Aldeia Galega, recebemos no dia 15 de abril uma atividade intitulada “O contador pedagógico - À descoberta do foral”.

Duas funcionárias do Serviço Educativo da Câmara Municipal de Alcochete, apresentaram de uma forma teatral e divertida uma maleta pedagógica concebida com o objetivo de explicar, de forma lúdica, o foral manuelino de Alcochete, atribuído à vila a 17 de janeiro de 1515, pelo rei D. Manuel I.

A animação por parte de duas figuras, que encarnaram as personagens históricas de Rui Boto, chanceler-mor do reino e Fernão de Pina, cavaleiro da Casa Real permitiu uma viagem ao passado, estimulou a imaginação e a enriqueceu culturalmente as nossas crianças. 

voltar